DEL REY CALÇADOS CARATINGA

DEL REY CALÇADOS CARATINGA
DEL REY CALÇADOS RUA RAUL SOARES 40 EM CARATINGA TELEFONE 3321-1437

EXPRESSO ALUGUEL DE CARROS 3321-3600 PLANTÃO 9913-8888

EXPRESSO ALUGUEL DE CARROS  3321-3600 PLANTÃO 9913-8888
EXPRESSO ALUGUEL DE CARROS 3321-3600 PLANTÃO 9913-8888

SUPER CABO TV CARATINGA

SUPER CABO TV CARATINGA
SUPER CABO TV CARATINGA 3322-7799

CANTOR ZHEN (CARATINGA)

CANTOR ZHEN (CARATINGA)
CANTOR ZHEN (CARATINGA)

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Adolescente é brutalmente assassinado em Montes Claros

A Polícia Civil de Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, investiga o bárbaro assassinato de um adolescente de 14 anos. Partes do corpo foram localizadas nesse domingo (15) na zona rural da cidade. Dois adolescentes de 15 e 16 anos e um jovem, 19, foram detidos.
A vítima, segundo a Polícia, estava desaparecida há sete dias, desde o domingo de 8 de agosto. Neste fim de semana, a mãe de um dos envolvidos ligou para a delegacia e entregou o filho, de 15 anos. Em depoimento, ele confessou participação e entregou os comparsas.
Uma futilidade, relacionada a vingança, teria motivado o assassinato. A Polícia Civil, no entanto, investiga também se o homicídio teve algum tipo de conotação sexual.
Segundo o delegado Jurandir Rodrigues César Filho, da 2ª Delegacia Distrital de Montes Claros, a briga começou quando o adolescente de 16 anos denunciou a vítima por crime ambiental. “O garoto que morreu criava pombos e foi denunciado pelo colega. Depois disso, ele prometeu vingança”, explicou o delegado. Antes que o antigo amigo pudesse machucá-lo, o rapaz chamou dois outros jovens e juntos eles tramaram um plano.
“Os quatro amigos combinaram de caçar passarinhos na zona rural de Montes Claros no fim de semana. Durante o passeio, dois deles seguraram a vítima enquanto o outro (o adolescente de 16 anos) apedrejou e deferiu pauladas no garoto até a morte”, contou o delegado. O corpo foi coberto por folhas e, ao ser encontrado pela Polícia ontem, já tinha sido quase totalmente devorado por animais.
Segundo a Polícia, a princípio, como dois dos envolvidos - o adolescente de 16 anos e o mais velho, 19 - são homossexuais e vivem juntos há três anos, acreditou-se na cidade que o crime seria passional. Todos os três detidos, porém, confessaram participação no assassinato e apresentaram a mesma versão. “Seguimos investigando se houve alguma conotação sexual. Mas até agora, pelo o que ouvimos, tudo começou com uma vingança, uma briga entre adolescentes”, concluiu o o delegado Jurandir Filho.
Os dois adolescentes foram apresentados ao Ministério Público e podem responder por crime análogo a homicídio. O jovem de 19 é ouvido nesta tarde e, além de responder por homicídio, pode ser processado por prática de crime contra a liberdade sexual, já que mantém uma relacionamento amoroso com um menor. Todos eles já tinham passagens anteriores pela Polícia por brigas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário